2020 mostrou que nosso lar é o ambiente mais seguro para estarmos e fez com que o convívio em escolas — determinante e fundamental para o desenvolvimento das crianças — ficasse prejudicado.

As aulas em casa, bem como todas as demais atividades escolares, exigiram a adaptação de um espaço para esses momentos. Isso porque ambientes inspiradores e adequados transformam a qualidade de vida e podem até fazer da lição de casa algo (muito) prazeroso.

Com a vacina chegando, a probabilidade de retorno presencial às aulas vai se tornando algo concreto e definitivo, mas a necessidade de se ter um espaço propício e estimulante para as atividades fora da escola permanece. Pensando nisso, trouxemos 5 dicas de como é possível transformar o lar para que os filhos possam fazer suas tarefas em um ambiente bastante agradável. Crie agora mesmo esse canto de estudos ideal!

  • Participe a criança do processo

Antes de mais nada, convide a criança para participar deste momento, para que ela realmente se sinta parte da construção do ambiente de estudos. Ela poder ajudar a organizar e escolher o espaço certamente irá contribuir para que se sinta bem no local.

Torne esse momento uma espécie de descontração e divertimento para a família, explique ao seu filho o objetivo da mudança e aceite sugestões.

  • Invista na iluminação natural

A iluminação é fundamental para leitura e escrita, então aposte em espaços que possuam luz natural, preferencialmente com ar circulando, que traz a sensação de bem-estar, alivia o estresse e ainda melhora o sistema imunológico.

Mesmo que haja luz natural, sempre deixe uma luminária na mesa para evitar que a criança force a vista caso haja escuridão repentina.

  • Escolha um local sem distrações

Quanto mais concentrado seu filho estiver, mais produtivos serão os estudos. Então, na hora de escolher o melhor espaço, preste atenção se não há dispositivos por perto que tiram a atenção da criança e/ou adolescente.

Nessa lista incluem TV, aparelhos de som, computador, videogame e telefone – e até mesmo o fluxo constante de pessoas. Se a criança precisar de um desses dispositivos para os estudos, limite o uso para aplicativos e ferramentas que sejam desnecessários.

É fundamental que o canto de estudos também seja silencioso e tranquilo, sem ruídos de aspirador de pó, liquidificador, cortador de grama, TV, etc.

  • Priorize o conforto

Além de um ambiente com boa iluminação e silencioso, ele precisa ser confortável. A mesa e a cadeira têm que ser no tamanho adequado para o uso da criança. Isso significa que ela precisa apoiar os pés completamente no chão e a mesa não pode ser tão alta e nem tão baixa.

Livros, cadernos e materiais escolares também devem estar à mão — em estantes não muito difíceis de serem acessadas.

  • Torne o espaço bonito

Todo mundo se sente bem em espaços arejados, espaçosos e bonitos. Por isso, é importante que haja o processo de “embelezamento” do local. Estantes, gavetas e prateleiras adequadas contribuem para a organização e harmonização.

Outro ponto de atenção é a cor do ambiente. Vale lembrar que algumas tonalidades — como o amarelo e o laranja — estimulam a concentração e a produção de serotonina, hormônio que traz a sensação de bem-estar.

Depois, deixe com que seu filho customize o ambiente. Dê opções de implementação de uma lousa, um calendário, um relógio, um porta-retrato… e deixe-o à vontade para escolher os objetos que mais combinam com sua personalidade.

A ideia é que o espaço seja agradável, seguro e adequado para seu filho. Com essas dicas, fica fácil de acertar. Se você estiver buscando uma casa nova para montar esse canto de estudos especial, pode contar com a Aguiar Imóveis. Fale agora com um de nossos corretores!